Riqueza Natural

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Uma explosão e um incêndio em uma discoteca da capital romena mata ao menos 27






BUCARESTE - Uma explosão e um incêndio em uma discoteca da capital romena, Bucareste, mataram 27 pessoas e feriu outras mais de 180, segundo o Ministério da Saúde. 
Testemunhas no local disseram que o estouro teria sido o resultado de fogos que provocaram fogo, causando correria e asfixias.

De acordo com o vice-secretário de Saúde, Raed Arafat, a quantidade de mortos deve saltar nas próximas horas. Um grande aparato de mobilização e resgate foi montado.


Na hora da explosão no Colectiv Club, pouco após as 23h, haveria até 400 pessoas em um show de rock para o lançamento do disco da banda local Goodbye to Gravity, segundo ele.


— É uma crise, estamos mobilizando todo mundo que pudermos e fazendo nosso melhor. Estamos sendo bombardeados com o número de casos graves — disse o ministro Nicolae Banicioiu.

Segundo testemunhas, um show de pirotecnia (anunciado previamente pelo grupo em um evento no Facebook) teria dado errado. Dana Cărbunaru, repórter da rede Antena 3, disse que os fogos atingiram o teto e provocaram um curto-circuito na fiação do local, com chamas se espalhando pelo material inflamável de isolamento acústico. 

O teto e uma escada teriam caído.


À Reuters, um jovem que escapou disse que houve correria e pisoteamento na fuga. Muitos dos feridos tinha queimaduras graves, e outros inalaram fumaça e estavam inconscientes por paramédicos do lado de fora do estabelecimento.

— Alguns dos que chegaram aos hospitais tem queimaduras por todo o corpo. A maior parte das vítimas é de adolescentes e estudantes, e muitos tratados são turistas que não falam romeno — contou Sanda Nicola, jornalista local.

Lemi Black, membro da banda, disse que dois pilares com espuma de isolamento pegaram fogo e queimaram rapidamente, e que havia apenas uma saída pequena no local. O jovem Victor Ionescu estava com a namorada.

— Havia muitas chamas no local, gente desmaiando pela fumaça. Foi puro caos, pessoas subindo umas na outras. Foi uma tragédia que poderia ser evitada se os servios de emergência tivessem se organizado melhor.

Apesar de a última inspeção no local ter sido feita nas últimas semanas, a boate não teria saídas de emergência — com uma porta única —, informaram testemunhas. A rede Antena 3 alertou que o alvará do estabelecimento era incompleto.





DESASTRE

Se confirmada a versão de que os fogos de artifício provocaram o incêndio, o desastre se assemelha à da tragédia na Boate Kiss, em Santa Maria (RS), que deixou 242 mortos e mais de 600 feridos em janeiro de 2013.

O vice primeiro-ministro, Gabriel Oprea, disse que uma investigação sobre as causas do incidente estava em andamento.
"Estamos profundamente em luto. Hoje é um dia muito triste para todos nós, como nação e para mim como cidadão", lamentou em nota no Facebook o presidente Klaus Iohannis.

←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários com ofensas não serão aceitos.