Riqueza Natural

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Noiva é atacada pela ex do marido com balde de tinta antes do casamento





O que era pra ser a festa de casamento quase virou um drama para a mineira Adiliane Faria Mattos, de 27 anos. No último sábado, ela e o então noivo, André Inocêncio, de 30, se casavam em cerimônia realizada em Pirapetinga

em Minas 
quando foram surpreendidos pela ex-namorada do rapaz, que atirou um balde de tinta rosa na noiva. Mesmo com o vestido todo manchado, Adiliane não se abateu e oficializou o matrimônio, atitude elogiada por amigos e parentes nas redes sociais.

quando foram surpreendidos pela ex-namorada do rapaz, que atirou um balde de tinta rosa na noiva. Mesmo com o vestido todo manchado, Adiliane não se abateu e oficializou o matrimônio, atitude elogiada por amigos e parentes nas redes sociais.

- Eu estava na porta da igreja e tinha um rapaz me arrumando, quando ela veio e atirou a tinta em mim. Ele correu atrás dela para levar pra delegacia. Na hora fiquei muito triste, mas todo mundo me deu força. Me falaram pra entrar lá e arrasar. E eu arrasei - brinca Adiliane.
O apoio de amigos e até do próprio padre foi fundamental, segundo Adiliane. Agora, a casada mais famosa de Pirapetinga ri da situação e guarda o vestido, que teve que comprar por causa das manchas.

- O padre me ajudou e ainda me deu a manta de Nossa Senhora. Entrei com ela na igreja. Agora tá tudo muito engraçado, não posso nem sair de casa que todo mundo quer falar comigo, saber como eu estou. Tive que comprar o vestido, por R$ 1,6 mil. Levei na loja, mas não tinha como ela ficar, estava todo manchado. Vou guardar pro meus netos, pra contar dessa história - conta.

O caso ganhou repercussão depois que uma prima da noiva a fotografou com o vestido manchado, parabenizando pelo casamento e pela presença de espírito. “Merece palmas! Isso é mostrar coragem. Noiva é atacada com um balde de tinta ao entrar na igreja, pela ex do noivo, mas mesmo com esse transtorno todo, quem disse que tinta no vestido faz desistir?”, escreveu Dara Mattos, prima de Adiliane




Com o vestido, que antes era todo branco, a noiva posou para fotos com convidados e familiares. A agressora, identificada com Giselia Silva, foi levada para a delegacia, onde prestou esclarecimentos e foi liberada. “Não é a roupa que importa, é a celebração, é o momento. E assim seguiu em frente ao casamento de cabeça erguida.

A festa foi ótima, a comemoração foi maravilhosa. O que Deus uniu ninguém separa, nem um balde de tinta. Coisa de gente que não sabe perder”, comentou a prima da noiva, no Facebook.Enfim casada, Adiliane compartilhou seu novo estado civil em seu perfil na rede social, para delírio dos amigos. “Glória a Deus, o diabo perdeu”, escreveu um amigo. “Beijo no ombro”, comemorou a prima Dara.




←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários com ofensas não serão aceitos.