Riqueza Natural

terça-feira, 14 de abril de 2015

Turista espanhol morto em assalto na Bahia fazia tour na América Latina



O corpo do turista espanhol Hugo Calavia Blanco, de 36 anos, morto após assalto no bairro de Itapuã, em Salvador, permanece no Departamento de Polícia Técnica (DPT) da capital baiana e deve ser liberado após a chegada de algum parente. Segundo a polícia, familiares da vítima foram avisados da morte nesta terça-feira (14).

Hugo havia chegado a Salvador no dia do crime, na segunda-feira (13), vindo do Equador. Ele estava fazendo um tour pela América Latina e se encontrou com um amigo espanhol que vive na capital baiana há 7 meses, Alberto Aroz, de 36 anos.
Eles foram abordados em Itapuã por dois homens, que atiraram e levaram o carro em que estavam os espanhóis. Hugo morreu na hora.
Hugo Calavia havia acabado de chegar a Salvador quando foi baleado e morto (Foto: Reprodução/ Facebook)

Aroz, que também foi baleado pelos bandidos, foi socorrido por policiais. Ele passou por uma cirurgia no mesmo dia do crime e tem saúde estável nesta terça-feira, segundo informações da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab).
Ainda segundo a Sesab, ele será transferido para um hospital particular, mas a assessoria não informou o nome da unidade de saúde. Alberto Aroz está consciente e conversando com os médicos.
Busca por suspeitos

Segundo a polícia, o carro levado pelos bandidos foi alugado na capital baiana. O veículo ainda não foi encontrado nem os suspeitos do crime foram presos.
A Polícia Civil pede que quem tiver visto o carro entre em contato por meio do Disk Denúncia: (71) 3235-0000. O veículo é um Ford Ecosport preto, de placa PUI-5355, de Belo Horizonte.
Ainda de acordo com a polícia, o caso está sendo investigado pela Delegacia do Turista (Deltur), com apoio da 12° Delegacia Territorial de Itapuã.

←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários com ofensas não serão aceitos.