Riqueza Natural

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Doping do Anderson é o maior golpe no MMA. E deve ser o fim do Spider



“Isso não é ruim para mim, é ruim para o esporte. As pessoas ao redor do mundo amam o UFC, as crianças amam o UFC e as famílias amam o UFC. Isso nunca pode ser bom porque esse esporte muda a vida das pessoas. Quando um cara testa positivo para anabolizante, é um problema e ruim para todo mundo. Quando esses caras caem no antidoping, ele não deveriam mais poder lutar novamente. Se você usa esteroides por muito tempo, você tem um problema. É uma droga e isso não é bom para o esporte 
SILVA, Anderson.

Era quase meia-noite quando sou acordado pela ligação de um colega de redação do UOL Esporte. Não atendi na hora, mas assim que peguei o celular, já tinham dezenas de notificações não lidas: Anderson Silva tinha sido flagrado em um exame antidoping surpresa feito quase um mês antes de sua luta contra Nick Diaz, que venceu no último sábado. Na falta de um, ele caiu no teste com DOIS TIPOS de anabolizantes.
Ainda falta uma declaração oficial do ex-campeão dos médios, mas ele vai negar que tenha usado qualquer tipo de substância proibida, pelo menos não conscientemente. Vai dizer que conversará com sua equipe para saber o que aconteceu e, provavelmente, vai culpar alguém do time por ter lhe dado a droga sem seu consentimento. Ele pode falar o que quiser, mas o gigantesco estrago já está feito
O doping de Anderson Silva é o maior golpe que o MMA já sofreu. Para a modalidade no Brasil, então, é imensurável. Afinal, quem caiu em um teste com anabolizantes foi aquele que era apontado, até então, como o maior de todos os tempos, o dono de todos os principais recordes no UFC e o grande responsável pela explosão da modalidade em terras brasileiras
Ainda há um agravante: é recente a politica do UFC de fazer ostensivos exames surpresas em seus lutadores. Começou em 2014 e foi intensificado para as lutas do início de 2015. Haverá sempre uma enorme nuvem sobre o passado do Spider. Como provar que ele não usou sempre drogas para melhora de performance? Será a palavra dele contra a última impressão de todos
Esse doping do Spider deve significar uma queda no interesse no UFC e no MMA, saída de grandes patrocinadores, não veremos sua superluta contra Georges St-Pierre, já podemos esquecer uma possível revanche com Vitor Belfort em um estádio de futebol lotado. E ele sequer deve continuar como técnico para a nova edição do TUF Brasil 4, que começaria a ser gravada nesta terça-feira na região de Las Vegas. Pelo menos no Brasil, o esporte deve dar muitos passos para trás. O UFC terá de refazer seu trabalho de base e em cima de outro nome.
Os recentes casos de doping só mostram que o caminho do UFC é o do recomeço, assim como aconteceu em outras modalidades, como o ciclismo. Esses exames surpresa abriram a caixa de pandora do MMA e explicitaram o que muitos já desconfiavam: o amplo uso de substâncias proibidas por parte de lutadores por conta do, até então, sistema frouxo de controle de dopagem fora de competição.


Se para o UFC/MMA isso TEM de ser encarado como um novo início, para Anderson Silva deve ser o caminho para o fim. As aspas que citei no início desse texto são dele, de novembro do ano passado, para o site MMA Junkie. É difícil de imaginar que, dentre tantas batalhas pessoais que está enfrentando para retornar o octógono, como contra sua própria família, ele tenha forças para se levantar de mais esse golpe.
Para um cara que tem uma posição sobre doping como a reproduzida acima, ele pode até dizer que foi sem querer ou que não sabia, mas isso é mais doloroso que fraturar dois ossos com um chute na canela de um adversário.
Anderson Silva e Diaz terão de passar por um julgamento disciplinar no dia 17 de fevereiro. O atleta brasileiro poderá ser suspenso temporariamente e também pode pedir uma contraprova. Se comprovada culpa, ele deve ser punido por 9 meses a um ano, mais multa, e a luta deve ter a vitória alterada para no contest (sem resultado).
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários com ofensas não serão aceitos.