Riqueza Natural

segunda-feira, 22 de julho de 2013

História incrível de amizade: Cão vive ao lado do túmulo do dono à seis anos!



Capitán, um cão que se manteve ao lado do túmulo de seu dono falecido durante os últimos seis anos, é a prova que o amor e a lealdade de um animal transcende os limites da vida e da morte. Embora ele ainda tenha uma família para voltar, o cão simplesmente se recusa a sair do lado do seu mestre.


Capitán, um pastor alemão da cidade argentina de Villa Carlos Paz, optou por permanecer perto de seu dono, mesmo após ele morrer há mais de seis anos. A esposa do homem disse que Capitán desapareceu de sua casa logo após a morte do marido, e depois de procurar por ele, ela e seu filho acreditavam que ele estava morto, atropelado por um carro ou adotado por outra família. Mas, quando foi visitar seu marido no cemitério, encontrou Capitán. Eles não conseguiram explicar como ele tinha conseguido localizar o túmulo certo, mas lá estava ele, no túmulo de seu dono.


A incrível história da lealdade eterna de Capitán começou em 2005, quando Miguel Guzmán trouxe o pequeno pastor alemão, como um presente para seu filho, Damian. Durante o pouco tempo que passaram juntos, o filhote desenvolveu uma relação especial com Miguel, mas em 24 de março de 2006, veio o desastre. Miguel faleceu, mas aparentemente Capitán não ia deixar que algo como a morte o separasse de seu melhor amigo. Ele saiu de sua casa, de alguma forma conseguiu encontrar a sepultura de Miguel no cemitério local, e decidiu que nada iria separá-los novamente. Embora Veronica, esposa de Miguel, e seu filho Damian tentasse levar Capitán para casa por várias vezes durante os últimos seis anos, logo ficou claro que ele queria ficar por perto do túmulo de seu dono. Ele às vezes os seguia para casa por uma curta distância, mas, eventualmente, ele se virava e voltava para o cemitério. Damian, agora com 13 anos, admite que gostaria de ter Capitán em sua casa, mas diz que entende o seu imenso amor por seu pai.



Hector Baccega, o administrador do cemitério de Villa Carlos Paz, disse à imprensa que Capitán ganhou o carinho e respeito de todos os guardas do cemitério, que sempre se certificam de que ele está bem alimentado. Eles até já trouxeram um veterinário, depois que Capitán apareceu com uma perna quebrada. Baccega diz que Capitán anda com ele pelo cemitério todos os dias, mas ao cair da noite, ele sempre retorna ao túmulo de Miguel e coloca a cabeça ao lado da lápide. Ele sente que este cão incrível está ensinando aos seres humanos, uma lição valiosa sobre acalentar a memória de seus entes queridos.
←  Anterior Proxima  → Página inicial

Um comentário:

  1. Os seres humanos deveriam aprender com esse peludinho o real sentido das palavras amor,
    lealdade e companheirismo!! Enquanto esse animalzinho não abandonou seu dono nem deppois da morte, os ditos seres humanos abandonam seus animais à própria sorte, jogando-os na rua, nos lixões.

    ResponderExcluir

Comentários com ofensas não serão aceitos.