Riqueza Natural

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Vigorexia: Quando malhar se torna um vício!




Quando os cuidados com o corpo se tornam doença Vigorexia ganha destaque devido à ditadura da beleza, a pessoa precisa ter o corpo perfeito para ser feliz. Com isso muitos jovens acabam excedendo seus limites físicos em busca de um corpo ideal. Desenvolvendo esse quadro patológico.

A vigorexia ocorre quando o volume e a intensidade de exercício físico praticado por um indivíduo excedem a capacidade de recuperação. Além disso, a vítima desse distúrbio percebe uma auto-imagem distorcida.
Esse mal prejudica muitas vidas, o que leva as pessoas a  busca de drogas para conseguir tal corpo. Anabolizantes, nada mais são que medicamentos à base de hormônio masculino (testosterona), com as características anabólicas (crescimento) e androgênicas (caracteres sexuais masculino).

Os homens entram na academia a procura de um corpo ideal, mas ninguém fica musculoso do dia para a noite, e esse é o desejo, a falta de persistência faz com que muitas pessoas procurem um atalho para esse caminho, os anabolizantes. O professor de Educação Física Maikshuel Guimarães explica que utilizar esses atalhos é muito perigoso, os prejuízos são muitos, porém os mais comuns são: impotência sexual, degradação da atividade cerebral e dos órgãos vitais. Podendo ativar células cancerígenas que talvez nem fossem desenvolvidas naturalmente.

A psicóloga Cristiane Jacarandá explica que atualmente as pessoas estão muito preocupadas com sua aparência. A mídia impõe o padrão de beleza, magro para as mulheres e musculoso para os homens. Essa obsessão normalmente começa na adolescência, a puberdade, fase dos conflitos “quem sou eu? Que aparência eu tenho?” .Essa fase recebe várias influências, inclusive da televisão.

O maior problema é quando essa pressa por adquirir um corpo perfeito se torna obsessão, nem mesmo utilizar anabolizantes e alcançar um corpo invejável deixam a pessoa satisfeita. Ela quer sempre mais e acha que está pouco, a simples preocupação com a aparência se transforma em doença, a vigorexia.
De acordo com Cristiane Jacarandá, o vigorexo não consegue ficar sem academia, malhar se torna o essencial da vida. Os portadores dessa doença não gostam de expor o corpo da mesma forma que os praticantes do fisiculturismo, é para eles mesmos, a pessoa olha no espelho e jamais se vê com o corpo ideal, quer sempre mais.

Inúmeras desculpas podem ser inventadas, mas nenhuma é relevante o suficiente para a defesa dos cuidados exagerados com o corpo. O professor Maikshuel Guimarães explica que até mesmo pessoas que desenvolvem o corpo com mais dificuldade conseguem adquirir um corpo ideal somente a base de suplementos e musculação. “todo corpo possui um limiar(ponto mais alto que a massa muscular pode alcançar em um treinamento apenas com uma boa alimentação). Depois que chegamos neste estágio temos que promover a miostase”( quebra da miostatina, substância que limita o corpo fazendo com que a massa corporal não continue a crescer). Nesta fase recomenda-se o uso de uma suplementação alimentar, acompanhado de um corpo docente de vários profissionais respectivos da área para iniciar a miostase.

Maikshuel explica que o anabolizante pode durar vários meses no corpo da pessoa se for à base de óleo, a base de água apenas alguns dias. Por isso são feitos os ciclos (período e as fases que o usuário está fazendo uso de anabolizantes em pequenas, médias e grandes proporções). Segundo o professor, ciclar apenas uma vez da resultados pouco satisfatórios, o que faz com que a pessoa fique sempre dependente, fazendo novos ciclos e nunca se livrando desse medicamento, afinal, se a pessoa parar, o efeito sairá do corpo em pouco tempo, e os músculos irão murchar novamente.

Um ex usuário de anabolizantes que não quer ser identificado afirmou ter parado de usar os produtos há 4 meses, quando começou tinha o braço de 31 cm, chegou a 45 cm. Hoje, como parou de utilizar tais medicamentos, seu braço já diminuiu para 38 cm. Ele tinha o hábito de olhar no espelho e se achar magro, querendo sempre mais e mais. Malhava de segunda a segunda. Ele começou a tomar anabolizantes na temporada de praia com a intenção de usar somente durante aquela temporada, o que acabou não acontecendo, malhar e tomar anabolizantes se tornou um vício. Afirmou que gostava de malhar com o propósito de competir com os amigos que malham. Sabe o que é vigorexia e assume que tinha a doença, mas afirma estar curado. Tem consciência do uso de anabolizantes e já sofreu conseqüências.

A vigorexia é uma doença e precisa de tratamento com um psicólogo. Não podemos levar como brincadeira algo tão sério. Segundo a psicóloga é muito difícil uma consulta de alguém com vigorexia, pois é muito complicado uma pessoa que sofre desse mal se assumir. Cuidados com o corpo é sempre bom, mas torna-se um problema para a vida.


←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários com ofensas não serão aceitos.