Riqueza Natural

sábado, 10 de novembro de 2012

Os Caras Pintadas!



Apesar de estar entrando na pré adolescência nessa época, me lembro muito bem desse momento pois foi histórico e marcante. Nunca vi tanta mobilização antes e nem depois disso no sentido de protestar contra um presidente, algo similar as mobilizações que ocorreram no mundo árabe mais recentemente, mas claro sem aquela violência terrível que em muitos países se tornaram em uma verdadeira guerra cível. O fato é que os estudantes mostraram sua força, foram as ruas pintaram as caras de verde e amarelo ( por isso chamados de "caras pintadas") e isso ocorreu de norte a sul do país em uma velocidade incrível, haja visto que naquela época não tinha internet, se tinha era pouquíssimos que tinham acesso, mas a sincronia dos protestos era como se eles tivessem se comunicado de alguma forma mesmo em regiões distintas. Esse movimento aconteceu em 1992 ( ano do Mengão Penta campeão, yes!!!) o mundo já não vivia sob tensão da guerra fria, foi ano também da Eco 92 no Rio para tratar sobre assuntos relacionados ao meio ambiente. Porque ocorreu esse movimento? Por que o então presidente do Brasil Fernando Collor de Melo foi acusado pelo próprio irmão,  Pedro Collor de Melo de de cumplicidade com seu tesoureiro de campanha, Paulo César Farias, acusado de cometer crimes como enriquecimento ilícito, evasão de divisas e tráfico de influência.
    Pois é depois da denúncia foi feita uma CPI, e com a pressão aumentando sobre o presidente e aumentando também as passeatas que começaram na avenida paulista em São Paulo com cerca de 10 mil estudantes em frente ao Museu de Artes de São Paulo ( MASP ) 
no dia 11 de agosto de 1992. A partir de então foi mobilização para todos os cantos do País, Salvador, Recife, Rio de Janeiro, e claro Campo grande ms também tiveram suas manifestações. Mas no dia 25 de agosto os estudantes de São Paulo voltaram ao Masp, mas desta vez não eram apenas 10 mil e sim 400 mil estudantes voltaram vestidos de preto    
e com " a cara pintada" o preto simbolizando o luto em relação a corrupção e nas demais cidades também o número de estudantes nos protestos aumentaram significativamente.
Mas Collor podia esperar ainda mais repulsa e revolta contra ele, no dia 18 setembro agora não eram mais 400 mil e sim 750 mil estudantes no vale do anhangabaú se reuniram para mostra toda sua indgnação, e pouco tempo depois o 1° presidente do Brasil eleito pelo voto direto depois da ditadura teve seu pedido de impeachmant aceito e logo depois em uma transmissão ao vivo pela tv, no dia 29 de setembro de 1992 na câmara dos deputados e por 448 votos a favor do impeachment contra apenas 38 contra, Collor deixa a presidência interinamente para no final do mesmo ano pedir a renúncia. Esse movimento jamais voltou as ruas do Brasil, pois o seu objetivo tinha surtido efeito ou seja: derrubar o presidente.

   Minha opinião: Não sei se ele o presidente estava certo ou errado sei que eu era muito jovem na época, e por diversas vezes até a presente data, vejo que tem pessoas que ainda defende Collor e dizem que foi mais uma campanha "armada" para derruba-lo, o certo é que se foi por corrupção acho que esse movimento dos caras pintadas nunca deveriam ter parado e não ter tido folga nenhum dia de lá pra cá, pois tanta robalheira ainda assola nosso país e nunca mais fomos capazes se quer de fazer outras manifestações parecidas.
←  Anterior Proxima  → Página inicial

Um comentário:

  1. Boa recordação sua sobre os Caras Pintadas! Há muito tempo, há pelo menos 8 anos atrás, os Caras Pintadas2 já deveriam ter voltado em cena...! A corrupção e a safadeza PeTralha nesses últimos 8 anos é muito maior do que época do Collor! Abraço

    ResponderExcluir

Comentários com ofensas não serão aceitos.